sexta-feira, agosto 21, 2009

Grey Goo

Imaginem um robô microscópico capaz de alterar a estrutura de um objecto a nível molecular! Agora imaginem que ele era capaz de pegar numa maçã e fazer dela uma Playstation!! Ou uma Wii, para quem apreciar o género.

Agora, um robô microscópico era incapaz de fazer isso sozinho em tempo útil, então ele também teria capacidade de criar outros robôs em tudo igual a ele próprio, incluindo a capacidade de criar Playstations a partir de maçãs.

Agora imaginem que algo corria mal na programação desses robôs e estes entravam em ciclo infinito criando cada vez mais réplicas de si próprio, consumindo assim todos os recursos da terra deixando apenas uma massa cinzenta e informe de mini-robôs no seu lugar. Estão a ver?

Bem, foi mais ou menos isso que fiz hoje ao escrever um programa que guardava um ficheiro para o computador... repetidas vezes... como quem diz para sempre.

- Já não há espaço no servidor? ups...

44 comentários:

A disse...

-já não há terra? ups... mas spera lá! onde é que a gente vai almoçar!?

- podemos sempre programar os robôs para criar ameijoas à bolhão pato.

- nem tudo está perdido!

Gata das Botas disse...

Imaginem um robô microscópico capaz de alterar a estrutura de um objecto a nível molecular! Agora imaginem que ele era capaz de pegar numa maçã e fazer dela... um par de sapatos!! Cool!!

Agora, um robô microscópico era incapaz de fazer isso sozinho (...) então ele também teria capacidade de criar outros robôs em tudo igual a ele próprio, incluindo a capacidade de criar ainda mais pares de sapatos a partir de maçãs. Super cool!!!

A disse...

ahahahahahahahahahahahahahah, e um nécessaire? não queres um nécessaire, gata?

grassa disse...

Isso faz-me lembrar a história do rapaz que programou um processo que se chamava recursivamente a ele próprio e que se esqueceu de lhe colocar um fim e que no fim de cada iteração lançava um email de aviso de fim de processo e que deixou aquilo a correr assim à campeão e sem testar durante a noite e que quando chegou de manhã tinha a equipa administrativa à perna porque cada um deles tinha 80.000 emails na caixa de correio... and counting.

Claro que isto é apenas um conto de fadas.

Gata das Botas disse...

Para que é que eu havia de querer um nécessaire quando posso ter triliões de pares de sapatos?

A disse...

claro... a velha "fábula" do fork me, over and over again! toda a gente que trabalha nisso já a ouviu uma vez ou outra.

Gata das Botas disse...

Quando muito, pedia ao robô microscópico que me fizesse um closet novo a partir de um melão...

Gata das Botas disse...

Ou todo um conjunto de malas a condizer com os sapatos, a partir de pêras abacate...

A disse...

gata, isto de criar coisas a partir de fruta deu-te mesmo a volta à cabeça!

agora imagina que os sapatos tinham todos o número errado e as máquinas continuavam a criar mais e mais sapatos que não te serviam! quase parece um episódio da 5ª dimensão.

Gata das Botas disse...

Epá, tu vira essa boca para lá!

A disse...

confessa, esta é a tua ideia de apocalipse, não é?

grassa disse...

E se eu te dissesse que o rapaz era eu?

Anónimo disse...

Ah, estou a ver...então é assim que passas o tempo quando finges que estás a trabalhar...Muito bem, sim senhor. Bonito, bonito seria um robô pegar num A e fazer dela um B...isso sim seria genial. Ou então, pegar no "A" e transformá-lo no ser mais inteligente à face da terra - a mulher,pois claro.


beijinhos super bons para o "atarefado" A.

Serenna

Gata das Botas disse...

A,
pior que isso só se em vez de sapatos ele fabricasse chinelas!

grassa disse...

Para Serenna, pareces-me uma pessoa muito irritada.

Anónimo disse...

Achas mesmo grassa? Então é porque não me conheces..eu sou só saltinhos e flores e sorrisos.


atenciosamente, beijoca boa

serenna

grassa disse...

Isso é tudo porque tens um amor não correspondido pelo A, não é?

Deixa estar: somos dois.

Gata das Botas disse...

Três.

grassa disse...

Tiraram-te o quê, Gata?

Gata das Botas disse...

O lugar de estacionamento, hoje de manhã.

grassa disse...

Fizeram-te isso?

Malvados desses pilantras que estacionam nos lugares com o desenho do senhor na cadeira de rodas!

Anónimo disse...

Eu até te respondia, mas estou a atrasada para ir trabalhar..até logo.
me aguarde.

SERENNA

Gata das Botas disse...

É mesmo! Não há respeito! E o mais chato é que, como tive que estacionar longe, o segurança que é moreno, alto e espadaúdo teve que me levar ao colo até à porta.

Gata das Botas disse...

Epá, ó Serenna, que cena é essa de comentar fora do horário de trabalho?!

A disse...

eras tu grassa? então digo-te que grandes mentes fazem as coisas da mesma maneira.. e escolhem o mesmo template para ao blogue.

não se preocupem eu correspondo-vos a todos. porque eu sou assim, basta alguém dizer que gosta de mim e eu apaixono-me... em verdade, basta a caixa do continente dizer-me "bom dia" e eu acho logo que estou metido numa relação.

grassa disse...

Tens de começar a fazer as tuas compras em regime de bens adquiridos, então.

isa disse...

Bem, só cheguei agora e quero dizer que quando li o 1º comentário do Grassa, percebi logo e imediatamente que o rapaz de que ele falava era ele!

Isto, porque sou muito esperta, claro!

Sobre robots que fazem sapatos de numeros errados e mais não sei quê, nem vou dizer nada que nem quero pensar nisso que isso é uma hipótese que nunca nunca nunca nunca.... nããããããããããããoooooooo!

acabou o mundo .....

grassa disse...

Por mim, vocês andavam descalças.

"Descalças" como em "sem calças", entenda-se.

Anónimo disse...

Voltei- medo!!!Ok, resposta à tua pergunta: sim grassa,mas é correspondido. Não consegues ver as nossas caras de apaixonados, por isso é que ele ataca constantemente as senhoras da CAIXA do continente. é tanto amor para dar que pumba, tem de os distribuir....

Gata, sim, tem de ser.Não sou como vocês- superiores, mortais, que tem computadores no local de trabalho.


Beijinho super bom

Serenna

Cris... disse...

Alguém falou em 5ª dimensão???

isa disse...

embarca Cris, embarca!

A disse...

a cris... é a 5ª dimensão. por onde passa tudo acontece.

Cris... disse...

Se eu te contasse, A!!!

Cris... disse...

Isa, já embarquei!!!

wow, estou enjoada!
Credo, parem o barcooooooo!!!!!

isa disse...

Ai desculpa, Cris!

Chegou a guarda-costeira e eu estava distraída ...

já passou?

Vani disse...

Isso soou-me ao Odyssey e a nanobotes. Ou então, ao 4400 Escolhidos e aos nanites...

Imaginem é um nanobot com capacidade de auto-replicação a alterar a estrutura molecular do sócrates e torná-lo num político honesto...ok,ok,não estamos em Utopia...

A disse...

sim, também são chamados assim! :p

estou a ver que conheces bem a tua ficção científica.

Grafonola disse...

A "minha" ficção científica, A? Por "minha" devo entender o quê? algo como ser treckie (eu gosto mesmo é dos vulcanos)? tarada de star wars (só os 3 últimos episódios, ou seja, os 3 mais antigos)? doida por Escolhidos? Maluca por Odyssey? Completamente aparvalhada com o Quantum Leap (a minha preferida)? Espaço 1999? Buck Rogers? Galactica (a série antiga)? V, a batalha final? Guerra dos Mundos (a série antiga)? Babylon 5? Serenity? e, claro, o fantástico 3º calhau a contar do sol (comédia FC ahahahah)!!! bem...a lista continuava...

Tb sou de Sobrenatural com os manos Winchester. Sigo a Alison Dubois no axn (e não é que a gaja existe mesmo?), embora goste mais da Patricia Arquette no Stigmatta.
Obviamente que não perdia uma da 5ª dimensão (embora, confesso -sacrilégiooooo- que já não me recordo muito bem da série, tirando o episódio dos manequins que ganham vida e do mini-planeta terra criado em laboratório).

Chega-te, da "minha" FC e afins? :D

Grafonola disse...

Catano, esqueci-me de tirar a capa...já agora, esta e a da Vani são a mesma. ;-)

Grafonola disse...

Ah, lá na universidade tb se dão uns quantos passinhos em nanotecnologia :D, mas para já só trabalham com VLPs (virus like particles - nada criativo, eu sei), não metem bichinhos electronicos pelo meio. Isso é mais do novo centro de nanotecnologia, no norte.

A disse...

confessa vani, tu és mais ou menos assim, formada por milhares de milhões de comentários em constante replicação, não és?

Gata das Botas disse...

E já se replicava naquele magnífico par de botas que vi ali numa montra. Tamanho 36, por favor.

A disse...

ou umas coxinhas, para eu comer.

Vani disse...

A, estás a chegar ao âmago do meu ser! Estou comovida! Snif! ;-)

ps - por alguma razão já tive o nick "grafonola"...