quarta-feira, janeiro 25, 2006

"Não! Não vou convidar o Hercule Poirot!"

E é a decisão certa a tomar.

O Hercule Poirot é daquelas pessoas que não queremos por perto. Sempre que o Monsieur Poirot faz uma viagem de comboio, alguém é morto num dos vagões, alguém o convida para uma festa, e esta acaba em mortes à sobremesa, vai à missa e alguém é enforcado no carrilhão da torre, há certas pessoas com quem não devemos conviver.

Cheguei a esta conclusão com o meu irmão, quando viamos a saga Alien, onde a enguiçada Tenente Ripley, arrasta Aliens para tudo quanto é lado... ela também não é uma boa companhia.

E é isto que tenho hoje para vocês, despeço-me com amizade e um bem haja por aqui terem passado, espero que tenha sido agradável. :p

5 comentários:

Adriana disse...

Na verdade, a Ripley, era uma lufada de ar fresco à velha imagem da morte vestida de preto com uma foice. Quando aparecesse, podíamos começar a escrever as despedidas e a tomar umas boas doses de morfina...

Josue disse...

Eia! Nunca tinha pensado nisso, mas acho que tens razão.

A disse...

isso é porque tu tens coisas melhores para fazeres com o teu tempo

gud_dei disse...

a familia do lazaro deixou de convidar jesus, exactamente pelo contrário

Anónimo disse...

Como alguem ja disse,
Mandas os bons embora e deixa entrar os maus....
Mas afinal quem são os bons e os maus? as boas e más companhias?
Mas como lá diz o ditado, " diz-me com quem andas, dir-te-ei quem és", como tal mais vale prevenir, do que ficar afamado.............