sábado, janeiro 07, 2006

Livro de Reclamações

A partir do início deste ano todos os estabelecimentos portugueses, com porta aberta, estão obrigados, por lei, a ter um livro de reclamações disponível.

Com esta medida, o governo pensa melhorar a qualidade de serviços de todos os estabelecimentos com porta aberta. Isto claro se os funcionários derem o livro de reclamações quando pedido, o que raramente acontece. Mas nessas alturas poderemos chamar a polícia, para que esta tome medidas... a policia também raramente aparece.

Nos aqui no Brain Estruming, como cidadãos conscientes e cumpridores da lei, damos o exemplo. Não pusemos o livro de reclamações, logo no início do ano, por ter havido uma insuficiente produção destes livros, por isso nos, como muitos estabelecimentos por todo o pais ainda não tinham acesso ao livro de reclamações. Mas ele já chegou, aqui em baixo encontra-se o original, para o caso de serem umas criancinhas mimadas, que nunca estão bem com nada, imprimirem, preencherem e enviarem para a morada que bem entenderem. A outra imagem é uma versão modelo que se encontra preenchida e que poderão consultar, caso não saibam como preencher o original (consultem por favor, que deu-me muito trabalho a faze-la :p).


Sinceramente agrada-me a ideia de poder dizer mal de tudo quanto é sitio onde gasto dinheiro, mas porquê parar aqui. A politica deveria ser alargada a tudo quanto era sitio, bem, ou serviço. Poderíamos ter direito ao sair de uma sala de aula, escrever “O tom de voz monocórdico do Professor, provocou-me estados de sonolência e náuseas”. O mesmo poderíamos fazer com livros e CDs que se comprem, estes viriam com um folha de reclamações onde poderíamos dizer, por exemplo: “A má qualidade da faixa dois, fez-me ter pensamentos suicidas.” ou “ O final do historia, está de tal maneira absurdo e mal escrito, que exijo que o autor a reescreva e me envie uma nova cópia”.

O céu era o limite, livros de reclamações para casais também poderiam ser usados. Depois do coito, cada um escreveria, caso se justifica-se, as sua reclamações em relação ao desempenho do parceiro.

Livros para reclamar dos nossos pais, dos nossos irmãos, dos cães, dos gatos, dos vizinhos, do clube, dos políticos, da crise, da falta de dinheiro, da sobra de dinheiro e de tudo aquilo que nos habituamos a dizer mal e a reclamar. E por ultimo, um para reclamar de nos próprios.

9 comentários:

gud_dei disse...

eu queria ver se vinha ca um técnico para me desarranjar isto... mas nao consigo falar com ninguem,pk a gente não pode dizer o que é k precisa! E eu queria ver se por intermedio de vocês aí, eles mandassem um técnico cá para me desarranjar isto!
Obrigado

A disse...

fica o seu apelo. obviamente compreendemos a sua situaçao, mas o blog não é o local indicado para fazer isso.

gud_dei disse...

pois eu sei! eu tambem sei isso!
Mas porque é k nao tem pessoas a atender as pessoas?
Porque nós pagamos mt, estamos a pagar mt, e às vezes param e eu não consigo ver nada. E a gente telefona telefona e não tem com quem falar!

A disse...

muito bem gud_dei, fica então o seu apelo, para a sua situação. obrigado por ter participado nos comentários

gud_dei disse...

Será k não há ninguem k nos atenda? Para a gente dizer o que quer!

A disse...

obviamente que será atendido, obrigado por ter participado neste comentário, uma boa tarde para si e cá esperamos ve-lo mais vezes em futuros posts. um bom resto de semana para si

Isa disse...

RECLAMO!!!!!!!!!

(nao sei pk.... mas reclamo....)

A disse...

ja sei de onde me lembro disso. Na série ele dizia protesto... e protestava sempre

Anónimo disse...

A verdade é que toda a gente reclama, mas quantos de nós sabemos reclamar?
È certo que neste país á beira mar plantado, o serviço público é um caos. Mas sairmos do estabelecimento aborrecidos e dizendo que "...não ponho lá mais os pés.", não deve ser das melhores formas para mudar o que está mal.

Todos nós reclamamos dos que nos rodeiam (pais, irmãos, familiares, namorados, amigos), mas a verdade é que quando estes estão longe é que sentimos a falta deles.