sexta-feira, outubro 21, 2005

Um forte abraço, ou um pedido para incorrer em prácticas sodomitas?

Quem nunca recebeu um e-mail, ou uma mensagem de telemóvel, em que o nosso interlocutor se despede com “um abraço”? (Esta pergunta, para além de retórica, é dirigida à comunidade masculina)

Isso é algo que me faz um pouco de confusão. Nunca, em toda a minha existência heterosecssual, dei, ou senti necessidade de dar, um abraço a um membro* do mesmo secsso. Também nunca vi homens não homosecssuais, darem longos e carinhosos abraços (os que vi, assumi imediatamente que fosse homosecssuais).
O que levará pessoas saudáveis cheias de testosterona, a desejar dar “um forte abraço” a um membro do mesmo secsso?... Se eu realmente desse um abraço a uma dessas pessoas, da próxima vez que a visse, iria certamente ser alvo de comentários castradores sobre a minha masculinidade, ou então iria apenas existir um silêncio incómodo e nunca mais nos falaríamos na vida. No entanto essa pessoa é que tinha dado o primeiro passo, a culpa era sua por ter dito algo, sem pensar nas consequenciais homosecssuais de tal expressão.

Será devido a uma homosecssualidade latente, de uma pessoa que nunca passou a fase anal do seu desenvolvimento secssual?.. será devido a uma vontade de receber o amor paternal que nunca tiveram?.. ou será que apenas não pensam no que escrevem?

Felizmente sou uma pessoa atenta e nunca incorri no erro de dar um abraço a um membro do mesmo secsso. Mas na minha cabeça, é possivel que já possa ter acontecido a pessoas simples, desprovidas de um conhecimento profundo, do mal que existe no mundo.

E é isto que tinha para dizer, despeço-me com amizade e um forte abraço. :p

*é engraçado a palavra membro, neste post, tem significados muito mais variados, que aquele que eu queria passar inicialmente.

4 comentários:

Josue disse...

Gostas pouco gostas!

A disse...

onde é que estão os anonymous!? quem tirou os anonymous? :(

o karamelo disse...

Enquanto tentas negar neste post, já deste abraços e existem provas desses abraços (se me acontecer alguma coisa entretanto, as provas estão entregues a outra pessoa que as fará chegar ás autoridades).

Um abraço entre homens não traz qualquer ameaça à masculinidade destes. Só em casos muito pontuais isso acontece: pode ver-se tal acontecer quando os testículos dos homens estiverem a tocar-se (ou, a expressão usada por alguns, "balls are touching").

Um abraço.

Josue disse...

Fui eu que tirei os anonimous!! Metem-me NOIJO!!