sexta-feira, fevereiro 13, 2009

Parabéns Sr. Darwin... atrasados

Ontem Charles Darwin fez 200 anos! Eu queria ter festejado atempadamente, talvez até lhe mandado um postal, mas vi-me absorvido em ardis da mais engenhosa espécie, que me retiraram todo o tempo útil que tinha. O inútil usei-o para ir ver o José Cid.

Então quem é Darwin? Darwin era um socialite, um bon vivant, uma excelente companhia para levar num barco... ou pelo menos assim pensava o capitão do HMS Beagle. Pois, ao que parece o Darwin não foi na expedição marítima que marcaria o mundo para fazer investigação, mas apenas para fazer companhia ao comandante do barco, a investigação seria feitas por pessoas "mais competentes". Mas então como é que ele fez observações suficientes para criar a sua religião do evolucionismo? Bem, aparentemente ele chateou-se com o comandante e com todo o tempo livre que subitamente possuía fez as observações que mais tarde resultariam na teoria da evolução.

Então o que é a teria da evolução? Bem, presentemente é uma religião em que os seus membros acreditam que todas os seres vivos deste planeta resultam da selecção de seres mais aptos e consequente passagem do seu material genético para as gerações seguintes, resultando numa constante modificação e "aperfeiçoamento" dessas mesmas espécies de tal maneira que novas espécies surgem. Isso, e que todos nós somos descendentes dos macacos. Fixe!*

nop
Parabéns Sr. Darwin, por nos tornar a todos um pouco menos convencidos... nem imagino como estaríamos agora, se continuássemos a achar que éramos descendentes directos de um Deus pré-histórico, criado e adorado por tribos de caçadores recolectores no vale do rio Jordão... espera lá..


*O Sr. Alfred Russel Wallace também já tinha chegado à ideia da evolução das espécies, é muito feio da sua parte, Sr. Darwin, ficar com os louros todos.

9 comentários:

A disse...

também fez 200 anos que nasceu abraham lincoln, uma pessoa que inventou um país que é capaz de refutar a ideia de que as espécies tendem a progredir e evoluir com o tempo.

Cris... disse...

Que é capaz, é...mas vamos dar a chance ao B.O. (se as siglas fossem ao contráio, era um tampão...que engraçado!..vá, m aprece que gosto muito desse tipo!)

tiagugrilu disse...

Finalmente foi publicado um estudo bem fundamentado que coloca em causa grande parte do que foi escrito na "origem da espécies", e que se baseia no facto de existir uma variável que não o acaso, que propicia o desenvolvimento de determinadas características em detrimento de outras.

Se quiseres saber mais vai a...

...sei lá, meu, procura no google.

;)

A disse...

mas isso sempre houve, há coisas que o livro do darwin não explica, nem a teoria da evolução explica presentemente. o que não inviabiliza o feito que foi a publicação da "origem das espécies"

mas depois se me puderes dar um pouquinho mais de informação sobre isso (além de ir procurar no google) eu agradecia-te :)

Van disse...

Uma correcçãozita. :) Darwin não disse que descendiamos dos macacos. Disse que o homem e o macaco tinham o mesmo ancestral comum. Não é a mesma coisa.

A "variável" que entra na aptidão de uma espécie, é a mutação genética. Numa dada altura, por uma dada razão, o genoma de um individuo sofre uma mutação que é passada à descendencia. Essa mutação irá traduzir-se numa determinada caracteristica no individuo que trará variabilidade à especie. Por exemplo, no inicio teriamos todos olhos castanhos, até que um belo dia, por alguma razão desconhecida, o gene que daria a cor aos olhos sofreu uma mutação e voilá, nasce criança de olho azul.
Darwin apenas inferiu acerca da selecção natural e da sobrevivencia do mais apto (por ex, em determinada altura existiriam girafas com pescoços de vários tamanhos, porque existiam vários genes, mutações de um gene original e ancestral, que conferiam vários tamanhos de pescoço. Se o habitat da girafa passou por uma transformação que levou a que existissem arvores mais altas, o alimento estava mais alto, pelo que só as girafas com o pescoço comprido sobreviviam e só essas passavam os genes à descendencia.

Isto, é o neodarwinismo. Logicamente que não é assim tão simplista. A evolução faz-se ao longo de muitas gerações...e ainda há que meter ao barulho o facto de os genes interagirem com o ambiente, através da interacção do individuo com o ambiente...

Ou então, deus moldou-nos no barro e disse, anda e caminha pah! e o homem andou e caminhou e depois deus sacou-lhe uma costela e fez uma gaija.

Na versão concorrente, no inicio seriamos todos X, até que um dia um desses X perdeu uma perna. O X sem perna descobriu que gostava de brincar com o X com perna e...tumba. Lá nasceram os machos... :-p :D

Ou entao, o sr da guerra Xenu vaporizou vários tethans com uma bomba de hidrogenio e esses tethans entram-nos pelos orificios qd nascemos. Ficam para aqui muito escondidinhos. E só lhes conseguimos aceder depois de várias auditorias com um mestre qq, nas quais temos de revelar todos os nossos códigos financeiros...

A disse...

quem é que disse que no brain, não levam mais conhecimento que aquele que pediam, quem foi?

isto aqui é só cultura!

tiagugrilu disse...

A,

Epa, esse novo estudo é de uma Universidade americana, mas não me lembro qual... Li isso no jornal no dia em que se celebraram os 200 anos do nascimento do homem.

- Mas concordo com o que dizes, não inviabiliza absolutamente em nada o que foi escrito na Origem das Espécies.

Estou a pensar escrever um livro concorrente:

A Origem do "faz-me Espécie"

A disse...

se fores com isso para a frente, daqui a 173 anos estarão a falar de ti!

Van disse...

é só, cóltura pah! :D