sábado, janeiro 03, 2009

Coisas com nomes fixes, mas que deixam uma certa desilusão quando se descobre o que realmente são...

Zombie Filosófico

O que será um zombie filosófico? Confesso que há uma imagem que me vem à ideia...Eheheh. Isso, um Platão, um Sócrates, ou mesmo um mais moderno Nietzsche zombie... este ultimo até pode ser resultado das suas próprias convicções, como se pode reparar na reconstrução histórica de uma das suas mais célebres afirmações:
Nietzsche - Deus está morto!
Deus - Nietzsche está morto!
Nietzsche Zombie - ...cérebro.

A ideia de zombies é fixe, mas a ideia dos filósofos clássicos transformados em zombies é indescritivel. Mas será este ser mitológicamente épico o que realmente significa Zombie Filosófico? Claro que não... a filosofia é tediosa.


Um zombie filosófico é um ser em tudo igual a um ser humano, no entanto falta-lhe consciência. Ele é capaz de se comportar e reagir como um humano, mas não sente nada do que o leva a reagir dessa forma, não possuí sentiência. Se um zombie filosófico for rejeitado pelo amor da sua vida, ele chora e comporta-se de maneira irracional, no entanto ele não sabe o que é amor... bem, nem nós, já que estamos a falar disso. O que se calhar nos coloca a dúvida: Será que nós próprios não somos zombies filosóficos?

Tal como no solipsismo, é impossível refutar a afirmação de que todos somos zombies filosóficos, ou que ninguém é. Logo, isto não serve para nada, o que é uma típica posição epistemológica em filosofia.

Mais uma desilusão... obrigado filosofia!

8 comentários:

Anónimo disse...

Caro A:

Claro que serve! Serve para nos entreteres, para nos rirmos, para não sermos zombies filosóficos.

Beijinho bom (é a nova despedida que estou a adoptar, com o intuito de baralhar qualquer pessoa acerca da minha pessoa)

Serenne

Josue disse...

Mas és a Serenna ou és a Maria Rueff? LOL

A disse...

serenne, podias explicar às pessoas o que é um beijinho bom, no que é que consiste e o que é que o faz ser "bom"? acho que falo por todos quando digo que não sabemos do que se trata.

Anónimo disse...

http://pt.wikipedia.org/wiki/Beijinho_bom

Vão lá ver...

beijinho bom!
Serenne

A disse...

é incrível, a wikipédia realmente tem um artigo para tudo.

não sei como é que algumas pessoas dizem que é uma fonte de informação que devemos consultar com alguma cautela.

grassa disse...

Nós, os expansionistas, rejeitamos assertivamente todas as conjecturas delineadas, neste post, pela tua doutrina.

grassa disse...

Man, e outra coisa: estes desenhos são teus?

Se sim, os meus parabéns.

A disse...

são.
praticamente tudo o que eu público é feito/editado por mim.

obrigado por dares valor... a não ser que estejas a ser irónico, nesse caso não te agradeço nada, seu expansionista!