quarta-feira, setembro 06, 2006

"A" - Uma série de acontecimentos inopinados

Bocas e as agruras da vida

Mais um extenso episódio da saga “A”, tenham paciência, no final terão, o que julgo ser, uma agradável surpresa. Caso não tenham paciência, podem saltar logo para o final do post e ver a surpresa, mas fiquem sabendo que eu vou achar que não a merecem! ...espero que consigam viver com isso.

Nenhuma mulher consegue ter o lugar que a nossa mãe tem nas nossas vidas. Nenhuma teve tanta influência no nosso desenvolvimento, e por conseguinte obteve o nosso respeito e um lugar de destaque no nosso coração.

...bem, talvez haja uma mulher que chegue lá perto para as crianças da década de 80. Alguém que nos ensinou, melhor que ninguém, as agruras da vida, a dificuldade da escolha, o desconsolo da derrota, e o ensinamento vital de que não podemos ter tudo... temos de fazer escolhas!

Com certeza que já perceberam que estou a falar da Vera Roquete, figura quase materna da minha infância, e o seu único programa “Agora Escolha”, que me entretinha entre chegar da escola e ir jantar, não deixando disponibilidade para os deveres, devido à hiperactividade induzida pelos desenhos animados. O que não sabíamos na altura é que ela nos preparava, de uma maneira imperceptível, para as difíceis escolhas com que nos íamos deparar numa futura vida adulta, através de um simples esquema de ‘Bloco A’, ‘Bloco B’.

Poderíamos considerar quase cruel, chocar séries como “Os Soldados da Fortuna” (por favor parem de lhes chamar Esquadrão Classe A), “Macgyver”, “O Justiceiro”, “Kung Fu”, “Missão Impossível”, “Manimal”, “O Homem Invisível”, “Os Vingadores”* e outras que já não me lembro, e obrigar-nos a escolher! Como todas as crianças, eu era petulante, eu queria ver as duas séries, queria ver o Justiceiro e os Vingadores, queria tudo! Mas isso era um opção que não existia, tínhamos de escolher (no meu caso só rezar, porque os meus pais não me deixavam gastar o telefone nestas coisas). Era meia hora de angústia, a ver o A e o B, numa luta desenfreada!

Mas isto apenas ensinava que não podíamos ter o melhor de dois mundos, e ai a Vera Roquete decidiu dar-nos outra lição, desta vez sobre desilusão. Porque, mal por mal, via-se sempre uma série que se gostava, não havia tristeza. Foi ai que apareceu “O Barco do Amor”, cujo único propósito era mostrar que o mundo era mau e estava cheio de crianças parvas, que escolhiam aquela série! Mas ainda hoje duvido que essa série tivesse algum dia recebido telefonemas da pequenada, para mim era passada, independentemente das escolhas da petizada que via o Agora Escolha, só para nos mostrar que nem sempre o mundo escolhe o que é melhor para nós.

Costumasse dizer que é melhor a espera, do que a recompensa e mais uma vez, a Vera Roquete era impecável a mostrar-nos esse lado da vida. É verdade que eram momentos angustiantes, enquanto se esperava por uma das séries, mas essa meia hora era preenchida com o melhor do Agora Escolha, os desenhos animados! O Bocas, Tom Sawyer, Esquilo Puchi (quando ainda não se chamava Bana e Flapi), Ana dos cabelos Ruivos, Fábulas da Floresta Verde, Os 3 Mosqueteiros (aquele em que o Aramis era uma gaja), a Volta ao Mundo em 80 dias do Willie Fog, Bia a pequena Feiticeira, Os Caça Fantasmas (que passava uma musica espectacular quando o Pete era bonzinho), He-Man, She-Ra, Dartacão, ThunderCats, Capitão Planeta, Super Rato (que tinha de ir ao Super Mercado, comer Super Queijo, para ficar Super), Cavaleiros do Zodíaco, uns desenhos animados manhosos em que uma vez a história era de um senhor que tinha uma cidade na cabeça, Era uma vez…, Ferdy a formiga, Denver o último Dinossauro, David o Gnomo, Família Robinson, Alice no País das Maravilhas, Tartaruga Touchet, Pepe Rápido e o Babalu, Transformers, os Ursinhos Carinhosos, Babar, Conde Pátula, etc. Bem sei que estas séries não davam todas no Agora Escolha, mas entusiasmei-me

Depois do Agora Escolha começou o desvirtuamento da programação infantil, passando do sistema educativo do Agora Escolha, para a demência de cenários irreais, como o do Sótão da Paula, em que quando a menina chegava a casa da escola, ia dar a comer cassetes de desenhos animados ao Mimix, robô extraterrestre que morava no sótão. Depois disto, os Morangos com Açúcar eram inevitáveis

O Agora Escolha, mais que um programa televisivo foi uma escola que me preparou para a vida adulta, e a Vera Roquete a sua mentora.



*Os Vingadores mereciam um post só para eles, não me lembro de uma série me ter marcado tanto como esta. É provavelmente a melhor série que vi até hoje!

23 comentários:

mariannegreen disse...

Só faltaram os videoclips e o Verão Azul. Lembro-me de rever esta série espanhola durante a meia hora de votação. E os videoclips da Madonna, Simple Red, Sabrina e da Samantha Fox ( inesquecível para a maioria dos homens!!!)???
Novos tempos, novas crianças, novos adolescentes...novas necessidades. Os canais satisfazem as que existem e são hábeis a criar outras. Há que filtrar ou, então, basta carregar no Off.

A disse...

o verão azul! sempre achei muito audaz o facto de eles andarem de bicicleta e assobiarem ao mesmo tempo, uns verdadeiros aventureiros.

adicionei-o à lista dos vídeos!

quanto aos videoclips, é estranho mas não me lembro deles. acho particularmente estranho como é que a minha ainda jovem mente, não guardou a imagem de um videoclip da samantha fox.

acho que o nosso descontentamento face à programação infantil actual, deve-se em grande parte a estarmos a ficar velhos. os meus pais também me ralhavam por ver os desenhos animados.
mas tenho de ter em conta uma coisa, também não gosto de grande parte da restante programação e a que gosto, dá a horas do diabo. por isso não vejo televisão.

bom, bom, foi o 'zaping' há uns 5 anos na rtp2, bons tempos! a adília lopes era do melhor, será que dá na rtp memória? se der, alguém que grave que eu não tenho tv cabo.

FM disse...

Já n me lembrava de muitas das séries que passavam no agora escolha, mas tenho a certeza que foi o programa que mais me colou ao televisor. E é estranho que as televisões em vez de melhorarem e aprenderem com o passado, estão cada vez piores. O agora escolha ainda hoje seria um formato de sucesso, não tenho dúvidas.

Anónimo disse...

Tens uma MEMÓRIA!!!!! Lembras-te de quase tudo!!!

um granda anormal disse...

a, mas que grande e agradavel visita aos bons velhos tempos. depois de ler o teu post deu-me vontade de percorrer o mundo P2P à procura daquelas excelentes séries.

ainda me lembro de vir a correr para casa para me sentar, aliás ouso mesmo dizer hibernar em frente à TV.

E nao, nao eram so os teus pais que nao te deixavam gastar dinheiro em telefonemas nessas coisas.

no q diz respeito a samantha fox, tb n me recordo dela. se calhar por causa das suas (.)(.) o cerebro masculino pré adolescente automaticamente armazena essa informação na zona reservada a alimentacao, e como eu nem sequer me lembro do que comi ao almoço como é que me havia de lembrar das (.)(.) da samantha fox, essa diva da pagina 3 do 'The Sun'.

um granda anormal disse...

esqueci-me de mencionar que a menina Emma Peel (Diana Rigg) dos Vingadores tb foi uma experiencia agradavel e dada a quantidade de cabedal, botas e chicotes que ela usava e lhe ficavam tao bem ... :O :P

(ja agora, A, o que é que querias dizer com "não me lembro de uma série me ter marcado tanto como esta"? alguma referencia subtil aos chicotes da menina Emma?)

So tive pena que ela tivesse 'morrido' naquele filme do 007, mas se o gajo fosse casado de certeza que iamos ver muito menos gajas boas
nos filmes.

A disse...

caro fm, nem tudo está tão mal na programação infantil, lembro-me de há uns anos o programa da manhã da sic, incentivar os pais a verem os desenhos animados com os filhos. lembro-me perfeitamente da mariza cruz, com um generoso decote e poses sugestivas, a dizer que os pais deveriam ver o referido programa, por terem mais a ganhar com essa actividade matutina, do que poderiam pensar. infelizmente nunca tive oportunidade de chegar a descobrir o que é que era, que ela se referia...

anónimo, é verdade que ainda me lembro de muitos desenhos animados, mas não considero isso nada de mais. agora, saber os nomes de todos os jogadores do campeonato português de futebol... aí está para mim um desafio, quando nem da equipa que simpatizo, sei os nomes

anormal, de facto a tua explicação, descreve com grande rigor, diria mesmo com alguma ciência, a razão para não nos lembrarmos da samantha fox. o que provavelmente acontecia na altura em que a menina entrava em cena, era ficar com fome e ir beber leite com bolachas para a cozinha, logo, nem chegava a ver os vídeoclips. relativamente à menina emma peel, não posso contrariar que era de facto um regalo vê-la saltitar pelo ecrã com o seu chicote, mas isso nunca me levou a fazer o mesmo em casa, para além de que a tara king era muito mais o meu estilo, com os seus cabelos encaracolados hummm...

A disse...

eu esqueci-me de referir qual será o titulo do próximo post de "a" - uma série de acontecimentos inopinados.

primária e grupos paramilitares

irei deambular pelos anos da primária, os ideais pelos quais lutava, amizades, traições, tecnologia e estratégia militar. tudo com a chancela de quem sobreviveu para contar, não percam! :D


se estiverem a ser muito extensos e maçudos avisem, que é para eu por ainda mais pormenores irrelevantes
ahahahahahAHAHAHAAH AhaHahaa

Diana disse...

Eu lembro-me de ver o Agora Escolha e pensar: "Porra, que merda, eu não acredito que os Vingadores estão a ganhar!"

Não há nada que me atraia aí. Nem Vingadores, nem Vingadora, nem nada disso.

FM disse...

Este regresso ao passado parece-me bem. Aguardo ansiosamente por novos posts.

A disse...

tu tens todo o ar de ser mais menina para telefonar a pedir o barco do amor.

agradeço o teu apoio camarada fm, faz falta! mesmo sendo em forma de sarcasmo, sempre é alguma coisa :p

FM disse...

Nada de sarcasmo. Força aí!

Adriana disse...

eu só queria dizer q quem me dera voltar a ser aquela miúda q se deitava em frente ao televisor na cama dos pais, com a cabeça colada ao ecran, em distância e em interesse, e q passava a vida a ouvir "chega-te pra trás kisso faz-te mal!", o mundo tinha muito mais sentido.

Anónimo disse...

Fizeste-me lembrar velhos tempos! Aqueles em que ficava colada à televisão à espera de que aparecessem os genéricos da Ana dos Cabelos Ruivos, dos três mosqueteiros e das incriveis séries: Macgyver, os soldados da fortuna, a missão impossivel. Bons tempos!oBRIGADA por me fazeres recordar!


serennablack

A disse...

alguém agradecer-me por um post que escrevi, nunca pensei... nem sei o que dizer... talvez, obrigado eu :)

um granda anormal disse...

no que me diz respeito, nao tens nada que agradecer.

revivalismo rulez.

só é pena que o presente poucas ou nenhumas alegrias nos traga, para encontramos conforto nas lembranças dos tempos felizes de outrora, os momentos kodak das nossas vidas.

um granda anormal disse...

Correcção:
onde se lê 'no que me diz respeito', devia ler-se 'na minha opinião'. As minhas desculpas.
...

Já agora, a Tara King (Linda Thompson) era igualmente apelativa.
Acho que se tivesse mesmo de escolher, escolhia as duas.
Agora que penso nisso agora ja devem ter passado um pouco do prazo.
:(

A disse...

tu não podes dizer isso, de certeza que daqui a uns anos, lembrarás com o mesmo saudosismo, a ftv, não estou certo? :p

um granda anormal disse...

saudosismo? concerteza. principalmente da música.

mas nao só, os desfiles de lingerie, as modelos, os seus corpos perfeitos, os making of do MAX Calendar ...

esperemos que por essa altura existam substitutos à altura.

Anónimo disse...

Quando, mais uma vez,digitei Bocas no youtube e SUPRESA apareceu, nem quis acreditar!
O agora escolha foi sem dúvida um marco da minha infância e de praticamente todos os meus amigos. O Bocas é hilariante, até comove ouvir o genérico!
Lembro-me de rezar para o Barco do Amor não ganhar, aquilo era insurportável. Tudo menos o Barco do amor!Concordo plenamente contigo sobre a desilusão.
Muito Obrigado por me permitires ouvir e ver novamente o Bocas.
Célia

A disse...

é bom ver que um blogue com uma índole parva, como este tem, ainda consegue comover alguém. não tens nada que agradecer, foi um prazer :)

rednosedraindeer disse...

Fantástico este post! Estou na internet (óbvio, nao é?)à procura de coisas sobre o Agora Escolha e encontro muito pouco. Queria imagens e isso então parece não haver mesmo. O que eu dava por um video no youtube!!!

Este teu post diz tudo o que eu penso em relação a esse programa que tanto marcou a minha infância.

E agora vou-me mascarar de "Agora Escolha" (Vera roquete com uma placa com os Blocos e números de votos) e vou pra uma festa anos 80.

A disse...

bem, se não tivesses dito que estavas na internet eu não faria ideia ;)

infelizmente não tenho vídeos nenhuns do agora escolha, estes foram alguns dos que consegui amealhar depois de uma intensa procura pela internet.

ainda bem que gostaste do post, tentei meter tudo aquilo que gostava do agora escolha e fazer algumas piadas parvas:)

espero que tenha corrido bem na festa anos 80. mascarado de agora escolha, fizeste sucesso de certeza. outra opção seria ires mascarado de mira técnica ;)

aqui fica o modelo para a próxima festa: mira técnica