sábado, setembro 09, 2006

NOP - Primeiro Encontro

nop

12 comentários:

A disse...

aqui está o primeiro, e talvez último, post do novo espaço freehand, chamá-lo-ei nop!

Joanne Carolinne disse...

nop de...merdas k nao devem ser ditas em circunstância alguma...especialmente no 1o encontro??

FM disse...

Mas tem toda a razão de ser. Já pensei nisto várias vezes. E se uma miúda não partilha esta inquietação comigo, então, não vale a pena lutar por ela :)

A disse...

como vês joanne carolinne, é uma situação que aflige os homens, as mulheres, como sempre, apenas não se esforçam por entender os nossos problemas e como disse o fm e bem, não vale a pena lutar por essas :p

Mooncry disse...

Bah mas vocês pensam que enganam quem?.. estamos a falar das sanitas normais e não dos penicos que vocês usavam (e eu tb) quando eram crianças!!
Um conselho: usem as sanitas e esse problema desaparecerá!(primeiro e último encontro de certeza... q engate mais à trolha dsculpem lá)

Anónimo disse...

Há também a preocupação dos salpicos que parece afligir ambos os géneros...
Aliás! Até há uma solução qualquer que implica um "rolhão" de papel higiénico, mas acho que isso é engenharia a mais onde ela não é precisa.
E continua a não ser bom tema de conversa para engate.

um granda anormal disse...

Caro A, apenas quero dar um contributo para melhorar o espaço NOP, pelo que se segue uma crítica meramente construtiva.

Na minha opinião, acho que na BD em geral e particularmente no boneco feminino faltam lá balões, balões de pensamento, o escandalo, o horror, a tragédia que passou pela mente daquela boneca, quando ouve (ou será lê?) uma barbaridade (ou situação aflitiva para o sexo masculino) deste tipo.

É minha convicção que a BD ficaria muito mais rica se pudéssemos ler os pensamentos dos intervenientes. Conseguiste captar o momento de silêncio incómodo seguido do fim abrupto do encontro (foi literalmente enfiar a cabeça na areia), contudo acho que me desmanchava a rir se pudesse ler as reacções dos intervenientes a um nível mais profundo.

Talvez seja melhor procurares uma colaboradora para o espaço NOP para te dar essa perspectiva.

A disse...

caro anormal, tiveste comentários, de duas meninas e um anónimo, que, como toda a gente sabe, são hermafroditas. os comentários 'tão cá para isso mesmo, saber o que as meninas pensam deste assunto, tão pertinente e real, ao contrário do que a menina mooncry pensa!

mas o que eu estava à espera, era que alguém falasse de penis enlargements relativamente a este problema, mas mais uma vez o publico do brain desilude-me...

um granda anormal disse...

nunca me ocorreria falar de tal assunto ... já é incomodativo deste tamanho, se passasse do joelho tornava-se escandaloso. :P (hei de ter algum mérito, nem que seja pela imaginação fértil e pensamento positivo)

Nawita disse...

ah ah ah ah ah

eu carrego sempre o autoclismo primeiro, tenho medo das aranhas que se escondem para nos morder o rabo!
e das cobras e das osgas e outros bichos doentes que se escondem para nos morderem o rabo.

A disse...

agora imagina que tinhas uma espécie de corda por onde eles pudessem trepar...

Nawita disse...

ah ah ah ah ah

Aranhas comando!