sexta-feira, maio 29, 2009

Agoas Livres


[Cliquem na imagem para aumentar]

I HAVE A DREAM. I dream that my four little children will one day live in a nation where they will not be judged by the color of their football t-shirts.

Será este um post absolutamente idiota? Talvez. Mas com este calor só me lembro deste tipo de coisas:

E se o Aqueduto das Águas Livres, monumento que resistiu incólume ao terramoto de 1755, fosse reabilitado de modo a funcionar como uma nova atracção lisboeta, que pudesse trazer gente de todo o mundo, apagasse barreiras culturais e até preferências clubísticas? Se ele pudesse mais uma vez contribuir para matar a sede a milhões de pessoas?

É isso mesmo que estão a pensar: o "Aqueduto das Minis Livres."

Bastavam algumas alterações

O Arco Grande, que é actualmente conhecido como o maior arco ogival do Mundo, passaria a ser divulgado como o maior arco vaginal do Mundo. Mas isto seria só Marketing, para atrair o turismo. Depois diríamos que era erro ortográfico, olhando os cámónes com aquele desdém de quem acabou de identificar um turista sexual.

A parte pedonal, conhecida como Passeio da Rainha, deixaria de ser usada para roubos, suicídios e homicídios, para passar a ser um imenso tapete rolante. Aliás, dois imensos tapetes rolantes, porque há passagem por ambos os lados (ambos os dois, note-se), onde um serviria para trazer tremoços e o outro, mindins.

Aproveitava-se a capacidade de deslocação de água desde Belas até ao coração de Lisboa para se colocarem milhões de minis em fila indiana, que todos os dias dariam aos portugueses a possibilidade de ali beberem minis à pala. A Mãe-d'Água seria renomeada para Mãe d'Águardente, e servir-se-iam cafézinhos e bagaço.
Para colocar as minis em fila indiana, ia-se buscar um puto ao elenco do Slumdog, que eles agora estão desempregados e andam a vendê-los baratos.

Era ou não era uma grand'a presente de aniversário para o pessoal aqui do Brainstruming?

.

31 comentários:

grassa disse...

Pá, concordo com a ideia, desde que houvesse uma mangueira que fosse directamente do Aqueduto até àquela ponte ali à frente.

É que eu passo ali todos os dias.

A disse...

tiagugrilu, um homem cuja prosa é poesia e a poesia é um ficheiro jpeg de 2 megas a compressão 8 é capaz de sintetizar em bastantes palavras os anseios, as esperanças e o empreendorismo do homem moderno como poucos. o sentido de oportunidade, quase sempre relacionado com minis e estruturas modernas revela-se em todo esplendor nesta mini-obra, que apelido de clássico instântaneo se me o permitirem.

lembro-me bem da primeira coisa que ele me disse: "Não, pá... Este parecia hetero". foi aqui que me apercebi de todo o potencial da máquina soviética que é o nosso tiagugrilu, bem falante.

ps: se isso for para a frente, eu mudo-me para lisboa.

Gata das Botas disse...

Grilu, se esta mangnífica ideia fôr posta em prática, perdoo-te o bigode farfalhudo. Se precisares de ajuda para a elaboração de uma monografia histórica (uma coisa séria, como se impõe) apita que eu estou cá para dar uma mãozinha!


(e escusam de começar já a fazer piadas javardolas com a cena da mãozinha)

A disse...

já disse que a foto está um espectáculo? não? é que está mesmo.

aquilo risco no céu é o quê? é um pássaro, um avião, o super-homem?

A disse...

oh gata, também não nos deixas fazer nada :(

Gata das Botas disse...

Deixar, até deixo... desde que não seja comigo...

Gata das Botas disse...

Ah, e onde se lê "mangnífica ideia" deve ler-se "ideia espectacular".

tiagugrilu disse...

AHAHAHAHAHAHHAHA

AHAHAHAHAHAHAHAH

e mais

AHAHAHAHAHAHAHAH

Gata, estás em alta!

- E digo isto de uma maneira completamente fora de engate.

tiagugrilu disse...

A,

Obrigado pelo bajulamento! Agora fiquem bem que eu vou pegar na mota e vou até à praia!!!

eeheheheheheh

Estão à-vontade para me chamar nomes até saírem do trabalho.

tiagugrilu disse...

Ah, o risco no céu é um avião, que ficou assim porque o tempo de exposiçãoo era de 4 segundos.

Bom fim de semana!

A disse...

és um merdas...

olha lá, é brain estruming. tanto tempo, ainda não sabes escrever brainstruming correctamente.

AD disse...

"(...) o maior arco vaginal do Mundo."

Não sei se logo à noite vou ter sonhos extremamente interessantes ou pesadelos particularmente aterradores graças a isto.

anatcat disse...

tiagu,

és um... és um... és um... és um aborrecido! (toma! desta não estavas à espera!)

Cris... disse...

Epá, eu também curti a cena.
Mas achar-lhe-ia mais piada se as minis as servissem formosos rapazes semi-nus com anatomias de deuses gregos.
Anatómicamente maiores em alguns pontos.

Mas heteros...

Vani disse...

LOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOOL, eu cá só digo que se quiserem uma pitada de surrealidade no vosso dia...passem pelo brain!!! :D

Aqueduto das minis Livres??? :D

E os oompa loompas, onde é que entram nisso tudo??

POr falar em arcos, por acaso, mas só por acaso, que estas coisas só acontecem mesmo por mero acaso, temos um monumentozeco cá no All-Garve, uma fontezeca, mesmo no centro de uma rotundazeca (rotunda essa que ninguém faz como deve ser, e só tem duas faixas, imagina se fosse uma rotunda de paris...), ao pé do teatro das figuras (um teatrozeco municipalzeco). Nada de mais, não fosse a construtora encarregue do desenho e construção da fonte (lamento, mas já faliu. A construtora, não a fonte, essa secou) lhe ter dado um doce apelido: a vagina. Imagem agora, vocês, porquê.

Vani disse...

Imagem não. Imaginem. Sorry pla gralha...

Já agora, a ideia da Cris é muito mais motivante, do meu feminino ponto de vista.

E alcagoitas, ninguém serve?

A disse...

mulheres... até à formulação mais perfeita de um paraíso arranjam algo para se queixar.

é claro que nós também preferíamos que estivessem lá moças roliças a servir as cervejas, mas isso seria desviar do propósito da traquitana. era um pouco como colocar um varão de strip-tease no meio da aldeia dos macacos do zoo. era engraçado sim senhor, mas um pouco fora do verdadeiro propósito da coisa.

isa disse...

O Grilu vai longe! ai vai, vai!
Muito para além da praia, digo-vos eu, que não me costumo enganar nestas coisas!

tiagugrilu disse...

É só pa dizer que acabei de chegar da praia. Ou melhor, da Mina, que dizem ser o melhor tasco de petiscos da Costa do Sol. E eu posso comprovar que é verdade.

Jarros de 1L vinho verde a 3 euros já não se usa...

A vespa veio em piloto automático. Agora vou descansá-la, que amanhã de manhã é para zarpar rumo a outros tascos.

Cris... disse...

Ená, A-lázinho, se pagares bem, tá cá uma moça roliça que se prontifica para servir as minis.
Mas de cada 4 que sirva, tenho direito a beber uma, certo?

A disse...

tiagugrilu, por que é que vens aqui fazer-nos sofrer? que mal te fizemos?

cris...zinha, apesar de ficar bastante agradecido pela tua oferta tens de falar é com o tiagugrilu, o projecto é dele.

Cris... disse...

A,
Falei contigo porque a ideia das moças roliças foi tua, e porque tenho mais confiança...sabes que sou timida!

PWFH disse...

Agrada-me essa ideia!
... a uns baldes com tremoços em cada semáforo de Lisboa?!
Isso sim, era viver!

Gata das Botas disse...

E não podemos trocar os tremoços por saladinha de polvo?! Assim como assim, fazia-se menos porcaria, com as cascas no chão, e tal...

tiagugrilu disse...

Olha, não é nada má ideia, não. Vou mandar para o IGESPAR a proposta de requalificação para "Aqueduto das Minis Livres com Salada de Polvo".

Tenho lá conhecimentos.

A disse...

só hoje? já devias ter tratado disso na sexta-feira. já agora, vê se arranjas alguma coisa para coimbra, ou vila do conde. qualquer coisa que inclua cerveja e grátis na mesma frase, mas que não seja o cortejo da queima. e já agora tremoços.

tiagugrilu disse...

Pá, posso ver é se dá para estender o aqueduto até coimbra...

Gata das Botas disse...

E um ramal do aqueduto mais cá para o Sul, não se arranja? É que faz um calor que não se pode...

tiagugrilu disse...

Ó filhaaaaa...!

Com este calor, levo o ramal do aqueduto prádonde tu quiseres.

Eheh

(ronco)

Errr.. Perdão pela alarvidade.

Gata das Botas disse...

Isso do ó filha é comigo?!

A disse...

eu acho que era, gata!