sexta-feira, julho 16, 2010

Reviver o passado como se fosse o futuro relativamente ao passado!

Terça-feira, Abril 11, 2006
O tubo de raios catódicos, que distorce e dobra a realidade

Recentemente descobri que a televisão pode ter efeitos condicionantes à mente das crianças. A passividade associada a ver televisão tem efeitos atrofiantes sobre imaginação infantil, resultando em adultos pouco imaginativos e se não há imaginação não há avanço...

Algumas escolas Americanas, como americanas que são, instituíram regras de frequência na escola. Para uma criança poder frequentar a escola é obrigatório que não veja televisão. E acho muito bem, recentemente em Portugal dois cachopos foram apanhados na casa de banho com as calças pelo joelho. O Professor que os apanhou perguntou o que qualquer outra pessoa perguntaria “Mas o que se passa aqui!? hummm” ao que as crianças responderam "Tamos a brincar aos morangos com açúcar."

Crianças em idade primária têm comportamentos que se baseiam no comportamento adulto, fabulado por programas televisivos

Lidemos intelectualmente com o problema:
dormente


Afinal as memorias que guardo carinhosamente dos desenhos animados da minha infância, serão um dia as minhas chagas de adulto.

20 comentários:

AD disse...

Parece-me que este estudo está claramente falseado pela presença de um objecto de estudo que, logo à partida, não é neutro. Isto porque qualquer criança que diga "oba" acabará sempre por se tornar num travesti dengoso que fuma crack por boquilhas francesas.

Gata das Botas disse...

É o Joãozinho de joelhos, ali na terceira imagem?

anatcat disse...

De facto gata, não havia necessidade.

É que nem explicam quem é o outro.

anatcat disse...

E por acaso ontem quando cheguei cedo a casa enfardei um pacote de pála-pála dos grandes enquanto via o the biggest looser.

Mas não estava nenhuma criança a ver.

E fiquei mal disposta o resto da noite.

Sou um caso perdido

Nawita disse...

A,

Dizeres que o João vai acabar como travesti dengoso que fuma crack por boquilhas francesas, apenas por demonstrar um talento para a costura, demonstra que és uma vogal preconceituosa.


Cat,

Eu também não tenho maturidade suficiente para ter pacotes de chips em casa.
Faz como eu, nem compres disso.
Contrariamente a ti, quando as como há sempre uma criança a ver, aquela que engoli e vive dentro de mim!

Nawita disse...

Os meus filhos, aqueles que vou comprar a uma família números, pobre e esfomeada da Madeira, não vão ver televisão. Porque EU não vejo televisão, mas sobretudo porque a fábrica não pode parar, mommy needs a new car!

Gata das Botas disse...

Isso é tudo muito bonito, Nawita, mas diz lá o que são os caraillôs, que eu tenho que ir ali de férias e não quero ir na ignorância.

Nawita disse...

que desenhos animados é que o Joãozinho via?

que desenhos animados é que tu vias?
eu gostava da Candy Candy, isso vai fazer de mim uma idiota sentimentaloide que gosta de toda a gente e acredita no futuro?

Anónimo disse...

Passou-se...agora foi de vez...

E desculpa lá, mas que raio de estudo é esse que só tem um individuo a representar a população do objecto de estudo? Já sabes que estudos sem tratamento estatísticos caem no campo da especulação. E da espectaculação também...


Vani

Anónimo disse...

Eu via a Candy Candym Nawita, mas tive de a recalcar pá. A gaja era estupidamente ingénua, doce e desventurada. Até irritava!

Gostava mais do he-man e she-ra. E do cavalo de fogo. E do principe valiant. Cavaleiros do Zodiaco. Clementina. Alf. Nostalgiaaaaaaaaa...

Quero voltar a ser menina e a fazer tudo diferente... :(

Vani

Anónimo disse...

quando digo menina, refiro-me à casa da primeira infância...

nada de ideias malucas neste post sobre travestis...

Isa disse...

Não percebi nada...

o A está a querer dizer que é travesti?





A! não faz mal! nós aceitamos-te assim como és!

tiagugrilu disse...

Apreciei sobremaneira a classe e a decadência impressa pelo uso de boquilha francesa. Isso e o blush do travesti, claro.

tiagugrilu disse...

Chavalo, o teu amigo carteiro paulo foi ao meu post da miss maxmen deixar uma bojarda de inteligência!

Vani disse...

não havia para aqui um dicionário qualquer????

(tu acreditas que durante a defesa, quando deveria ter dito que "poderemos especular que..." me saiu....adivinha lá o que é que me saíu...vá lá que o jurí se riu!!)

A disse...

ahahahahahahahahhahah

...funcionou

Vani disse...

lololololol acaso estás a insinuar que o mérito é todo teu???? :D

A disse...

só do espectacular como verbo. o muito bom é mérito teu... e da wikipédia, de onde tiraste tudo o que meteste na tese.

A disse...

...e parabéns ;)

Vani disse...

LOLOLOLOLOL :D infelizmente tás mal, lololol, porque este tipo de estudos não pode aparecer na wiki ehehehe :D pelo menos qto não for publicado numa revista da área. Vamos a ver! ;-)

Bigadas, pá! :)