quinta-feira, abril 29, 2010

Ando um pouco farto de ver séries sobre Médicos, Advogados, etc e nenhuma com a qual me identifique. Portanto criei um guião sobre uma Software House, em que se retrata o dia à dia de uma empresa de informática.

Já tenho o piloto escrito e é em parte baseado no Dr. House. Chama-se:

Eng. Casa é o Trabalho


24 comentários:

Vani disse...

oi?

Vani disse...

Tb são bonecos gravados com as memórias de outrem, de modo a satisfazer as fantasias do cliente? Quem vai fazer de Eng House?

-eueuuu euuuuu euuuuu!

Vani disse...

Eu tenho seguido o sobrenatural. Mas agora que descobri que a Paris Hilton vai entrar no próximo episódio...

A disse...

parece-me que não percebeste bem a ideia da coisa, vani.

Vani disse...

Percebi que passas a vida no trabalho e que já deves ter aí um saco cama e uma escova de dentes.

Cómigue é ao contrário. Trabalho é a Casa.

Vani disse...

Mas hoje vou sair: vou dar uma aula sobre sexo.

anatcat disse...

eh eh eh eh eh eh eh eh eh

Engº Casa-é-o-meu-trabalho

(essa raça dessa gente que 'percebe' dos computadores sofre muito dessa patologia, verdade?)

Vani disse...

NO outro dia mandaram-me um mail sobre "o gajo da informática" e a mania que o pessoal tem de achar que os gajos da informática são srs engenheiros a minha casa é o meu trabalho eheheh.

Se o achar mando-to.

Agora vou ao sexo. Perdão, à aula sobre sexo.

Baibai.

A disse...

imagino que será uma aula curta, vani.

cat,
em parte é verdade.

os primeiros 30 minutos do episódio mostram um gajo sentado à secretária a programar e a ir buscar café. pouco antes do fim do episódio aparece um bug, que ele tem de corrigir!! vai ser de ficar agarrado à cadeira.

A disse...

eu acho que comeste ali umas palavras no teu ultimo comentário, vani.

o karamelo disse...

Eu pagava para ver essa série! Ou provavelmente faria "download" do "torrent" e veria no meu "media player" (não tirei um curso de verão de informática para nada, nota-se que percebo disto).

Acho que essa série partilharia outros aspectos com o House, mas com uma reviravolta: em vez de apenas o chefe ser o misantropo obcecado por trabalho, com dificuldades em criar laços com outras pessoas e com a necessidade de demonstrar que apenas ele tem razão e que os outros são todos idiotas, todos os participantes da série seriam assim, e existiria apenas uma pessoa que seria o oposto deste belo panorama (que seria onde o A se colocaria como personagem, um oásis num ermo de nerdes). Assim um pouco como o The Office, mas em que todos os personagens ou são como o chefe ou como o seu capataz.

Poder-se-iam fazer cenas à Hitchcock (com a famosa música do duche quando a outra cachopa leva com as facadas, ou outros momentos de suspense hitchecoquiano) em que apenas se mostram imagens do eng. a olhar para o ecrã, o ecrã a olhar para o eng., o processo mental que o eng. está a atravessar quando se depara com um bug catastrófico (apresentado em cómicos "sketches" estilo Ally McBeal) e o terror que atravessa quando se apercebe que é aquilo que a sua vida se tornou e se manterá.

Sinto um êxito à porta!

A disse...

eu devia ter-te consultado antes de enviar o piloto!

a única coisa que fica a faltar para unir a série é um elemento feminino. no entanto isso iria tornar a série irrealista, porque não existem mulheres na informática.

-talvez a senhora da limpeza possa ter um papel mais interventivo.

AD disse...

O problema vai ser a Olivia Wilde aceitar um papel como senhora da limpeza numa série portuguesa.

Isa disse...

Não existem mulheres na informática??

Tão eu sou o quê?

Nawita disse...

Quero ver esta série!
(enfim, a descrita pelo Karamelo)
Isto vai passar em que canal? E quando?


Claro que há mulheres na informática! Poucas mas há!
Sabemos que elas não escolhem esse ramo porque lhes faz mal, é uma profissão de risco. Ficam todas asmáticas, tomam cortisona que lhes faz ficar com mamocas esquisitas, cabelo curto e bigode.

tiagugrilu disse...

Posso fazer de Wilson mas na vertente de gajo que trata Pc's com vírus?

Vani disse...

Ora bolas, ainda ontem formatei o meu pc novo!!!!

Olha A, sabes que tu és bruxo??

E não é que a aula foi mesmo encurtada e que não houve sexo?

Vani disse...

ofereço-me para entrar na série e dar uma aula sobre sexo aos nerds...

:p

;D

A disse...

isa, tu és uma mulher na internet, que também é outra coisa que eu imaginava que não acontecia.

nawita, toda a gente gosta mais do karamelo :(

grilu, e sabes .net?

vani, ao fim de algum tempo uma pessoa começa a perceber como é que tu funcionas.

Nawita disse...

A,

LOL! E re-LOL!!
Tu és e serás sempre o nosso personagem principal!
Karamelo sozinho não, mas vodka karamelo sim!!


(ali quando digo “nosso” estou a falar de mim e de todas as vozes que habitam em mim)

Vani disse...

Por acaso não fui eu que não funcionou... foi o videoprojector...

=D

Vani disse...

E não te esqueças do que é o sexo no jogo da vida...

Gata das Botas disse...

Eu cá não sou nenhuma Olivia Wilde, mas não me importo de fazer de senhora da limpeza, desde que não me obriguem a pôr um lenço na cabeça e a vestir uma bata de tirilene.

Vani disse...

Gata, a mim obrigaram-me a fazer isso num Carnaval...com direito a peruca e verruga...