quarta-feira, maio 02, 2007

Incoerência incoerente é incoerentemente incoerente

Antes de prosseguir, pedia-vos que vissem atentamente este episódio (8 minutos) do saudoso "Ursinho Teddy".



Bons tempos!!

Para uma criança, este aparentemente inocente episódio da série que nos animava os dias televisivos de infância, não é mais que isso, um episódio de saudável bonecada a saltitar para nossa diversão. Mas, uma análise mais cuidada, poderá revelar que por de trás desta inócua historieta infantil, está uma metáfora de uma vida adulta. Analisemos:

As bonequinhas, como são chamadas, apresentam um estado de espírito incoerente. Encontram-se mal-humoradas sem razão aparente, apesar de todas as investidas do urso e do coelho para as animar. Uma clara alusão ao comportamento feminino em geral.

Só após o ursinho Teddy lhes dar uns sapatinhos, com supostos poderes mágicos é que o seu humor melhora e elas ficam mais receptivas a brincar e a divertirem-se. A parábola perfeita!

O que este episódio tenta incutir nas ainda jovens mentes, é a de que para agradar às mulheres é necessário mentir e dar prendas, de preferência sapatos. Uma lição valiosa e tantas vezes esquecida ao longo da nossa vida adulta.

6 comentários:

A disse...

"brincar"

Utopias disse...

Uma grande lição afinal, para "brincar" com duas meninas não são precisos dois pares de sapatinhos, basta um - LOL

"um dia destes experimentem..
Boa Noite"

Grande Ursinho Teddy (Maroto)

Josue disse...

O que me irrita nisto tudo é que a RTP usava estes desenhos animados do bloco de leste comprados a preço de saldo para encher chouriços. Eu detestava isto, tinha de gramar com o urso durante muito tempo antes de virem os desenhos animados em que o pessoal tinha espadas e retalhavam monstros. He-Man for the win!

o karamelo disse...

sinister cartoons are sinister

acho que os indígenas dos países de leste (lestígenas ou indilestenas) produziam estes desenhos animados com a função de sujeitar as suas crianças a variados horrores, de diversas profundidades metafóricas, para lhes fortalecerem o carácter e formatarem o espírito, crescendo estes para se tornarem poderosos soldados ao serviço da máquina de progresso soviétika.

quanto à mensagem salientada pelo poste, a lição que eu tiro é não dar grande importância a "bonecas" manientas com minissaias pela cintura. Uma importante lição de vida

Josue disse...

Sim, pelo menos quem não tem conta bancária para as suportar.

Adriana disse...

é claro que este episódio também ensinava às meninas que um par de sapatos novos era algo bastante fácil de conseguir... :P