terça-feira, junho 06, 2006

Misantropo

______s. m.,
______aquele que tem ódio à sociedade, que evita a convivência;


Porque é que existe semelhante termo no nosso vocabulário?

Vejamos o caso dos amigos. Porque é que os temos, porque precisamos deles? Estamos com eles porque nos fazem sentir bem connosco, porque têm algo que precisamos e que nos é cedido, ou então só porque precisamos de não nos sentirmos sós.

Basicamente é um negócio, um amigo dá algo, o outro amigo eventualmente dará algo em troca, mas isso nem sempre acontece, há casos de amigos que apenas recebem, o que eventualmente leva a que deixem de o ser.

Nesta actividade social, quando um deles quer algo que não possa ser dado na quantidade exigida, rapidamente a amizade é colocada em jogo. O amigo é avisado que ou dá tudo, ou é preferível que não dê nada.
Mas caso o amigo resolva nada dar, como dito, enquanto não tiver a oportunidade de dar na quantidade exigida (normalmente 100%) o outro começará a por a hipótese, ou terá a certeza que o amigo já não o é mais.

Um exemplo disto e que supostamente devia ter uma conotação agradável é “O teu melhor, é bom o suficiente para mim”. Isto para mim significa que independentemente daquilo que consigas fazer, eu quero que me dês sempre o teu máximo se não estamos mal.

É um negócio de risco. Dependendo do grau de interesse de um amigo, em relação a outro, existem escalas do que ambos estão dispostos a fazer, no sentido de preservar a amizade. Facilmente podemos estar a dar menos do que é exigido pela outra parte, pondo em risco tudo o que foi construído anteriormente. Dando mais, rapidamente a escala desequilibra-se e o amigo passa a exigir mais e mais.

Basicamente o mesmo se aplica a qualquer outro tipo de actividade soció-familiar. Talvez esteja enganado, mas para mim faz todo o sentido que a palavra misantropo exista.


Peço desculpa pelo tom carregado do post, mas ultimamente não me tenho sentido nada engraçado.

6 comentários:

Josue disse...

Há dias fodidos! E realmente, às vezes há pessoal a quem dás a mão e eles comem-te o braço. A parte boa é que isso já não me acontece há alguns anos. No entanto, acho que de alguma forma acabei por me afastar do pessoal que era assim.

d disse...

Desde k num seja dar o cu.....

Josue disse...

K violência!

o karamelo disse...

eu quando for grande quero ser misantropo.

um granda anormal disse...

q cinismo e hipocrisia ... porra.

ou és amigo de alguém e fazes o que podes por ele (por que quem te exige mais do que isso não é teu amigo) ou entao nao és e trata-lo de acordo.

Anónimo disse...

I really enjoyed looking at your site, I found it very helpful indeed, keep up the good work.
»